E a concorrência, qual é a sua importância?

Constantemente encontramos empreendedores que têm a preocupação de analisar o mercado em que atuam, mas vários infelizmente pecam por não terem um bom conhecimento sobre o segmento em que trabalham, e nem sobre a real situação do seu negócio.

Esta falta de informação podem ser prejudicial na conclusão final destas análises, por isso sempre considero que é fundamental um grande conhecimento sobre a situação da empresa, assim como do segmento de atuação.

Geralmente um dono de empresa quando faz uma análise do mercado é porque deseja também fazer comparações sobre a sua empresa, como é que ela se posiciona no mercado em que atua, porém para isso é preciso ser criterioso, ter muitas informações a respeito do seu negócio, como foi dito a pouco, e as demais empresas que formam o mercado.

Sempre que tenho uma conversa dessas com empreendedores percebo que para alguns faltam estudos sobre a própria empresa, e o que escuto quase sempre nas perguntas que faço são EU ACHO QUE… , empreendedores nunca devem dizer EU ACHO, é necessário TER CERTEZA sobre tudo o que se passa em seu estabelecimento, principalmente se tratando de uma empresa de pequeno ou médio porte, que em geral são totalmente dependentes de seus proprietários.

Mas vamos considerar que um empresário já conheça muito bem o seu negócio, chegou o momento de fazer um estudo sobre os concorrentes, e dependendo do que cada um pensa dos seus concorrentes a análise poderá não sair perfeita.

Primeiramente é necessário compreender que concorrentes não são inimigos, todos podem aprender com seus concorrentes, e além de observar seus acertos também podemos observar seus erros.

Ao fazer a análise de um concorrente não repare somente naquilo que ele se parece com a sua empresa, faça uma avaliação fria, com calma, observe também os compradores que frequentam cada concorrente que fizer parte da sua pesquisa.

Feitos estes estudos faça um comparativo entre a sua empresa e as empresas concorrentes, faça uma tabela e descreva os pontos fortes e os pontos mais frágeis de todas as empresas envolvidas nesta análise, inclusive a sua.

Também sugiro que você responda a algumas perguntas:

• Sua empresa pode enfrentar os seus concorrentes? Se a resposta for sim, descreva por quais motivos. Se caso sua resposta for não, descreva o que fazer para concorrer com as empresas que participaram do estudo.

• O que fazer para que os clientes das empresas concorrentes comprem também na sua empresa?

• Há espaço no mercado para todas as empresas, incluindo a sua?

Estas questões, se forem respondidas de forma totalmente isenta, poderão ser muito importantes para alcançar novas conquistas e metas.